Sobre a Autora


Heloiza Rodrigues
BIÓLOGA COM MESTRADO EM FISIOLOGIA E BIOQUÍMICA DE PLANTAS | USP
Com 25 anos de experiência, a paisagista alia seus conhecimentos científicos ao know how adquirido em consultorias de manutenções de jardins, possibilitando

Nossas redes


8 DICAS PARA REGAR SEUS VASOS


capa_

Uma pergunta que muitas pessoas me fazem é como as regas dos vasos devem ser feitas

Tenho certeza que ao fazer esta pergunta as pessoas esperam que eu passe uma receita pronta do tipo molhe com tantos litros tantas vezes por semana, mas esta regra infelizmente não existe!

Para definir a quantidade de água e a frequência das regas, primeiro temos que levar em conta se o vaso esta em ambiente interno ou externo. Em ambientes internos há uma menor evaporação da água que esta no substrato. Já em ambientes externos, sob a ação do sol e dos ventos, a evaporação é muito maior. Aliás, as plantas perdem muita água com os ventos e então a água que evaporou precisa ser reposta com mais frequência na presença de muito vento, como acontece normalmente no outono. Prestar atenção para o fato de que no outono a temperatura abaixou e os ventos aumentaram, então você deve ter cuidado com estas regas.

Nandina domestica

Outra dificuldade com relação às regas é que cada espécie tem uma necessidade hídrica diferente. Então algumas plantas gostam de ter o substrato mais húmido enquanto que outras preferem solo levemente seco entre as regas.

Ah! Para te ajudar com relação às preferências das plantas quanto à umidade dá uma olhada em meu E-book 12 Plantas incríveis para interiores, onde eu falo sobre como deve ser mantida a umidade do substrato para estas plantas.

EBOOK

Bem, a estas alturas você pode estar pensando…  Então, como faço para regar?

Como não existe uma receita pronta, vou te dar algumas DICAS MUITO IMPORTANTES:

1- Nunca use vasos sem furo de drenagem e certifique-se que ele não esta obstruído, pois só assim você terá condições de saber se não esta regando demais. Se você estiver colocando muita água no vaso, com certeza ela vai sair pelo furo de drenagem e então da próxima vez você usará uma quantidade menor de água.

 

2-Em vasos externos, você pode regar uma primeira vez até que saia água pelo furo de drenagem e usar esta medida para as próximas regas.
Lavandula Angustifolia
3- Plantas com folhas “grossas” ou “gordas” precisam de menos água do que plantas com folhas finas.
Folhas finas: Chamaedorea seifrizi
camélia
Folhas grossas: Camelia japonica
4- Nunca molhe as folhas das suas plantas sob sol quente, pois as folhas podem se queimar – isto, claro, para vasos externos.

 

5- Quanto maior a temperatura e a quantidade de ventos, maior a necessidade de água. Isto quer dizer que tanto a quantidade como a frequência das regas serão diferente nas quatro estações do ano.

 

6- Uma forma de saber se a planta esta seca e precisando de rega é colocar o dedo no substrato. Se grudar terra no dedo é sinal que o substrato está úmido e não precisa regar, se ao contrário não grudar no dedo e você sentir que ele esta fofo, é hora de regar.

 

7- Quando você for regar, distribua a água por todo o vaso e regue devagar, para que a água possa ser absorvida pelo substrato. Se você regar em rapidamente e em apenas um local do vaso, esta água vai umedecer esta parte do substrato e sair pelo furo de drenagem, enquanto que o restante do substrato continuará seco. Tenha sempre em mente que quanto maior a planta e o vaso, maior a quantidade de água que eles devem receber.

 

8- De nada adianta você molhar muito a sua planta em um dia e passar semanas sem regar novamente. Plantas submetidas a estresses hídricos sofrem muito, seja pela falta ou pelo excesso de água, mas lembrem-se as plantas morrem muito mais rapidamente com excesso do que com a falta de água. Este estresse será observado pela diminuição no crescimento e floração, na perda de folhas e finalmente com o aparecimento de pragas e doenças.

 

ESPERO QUE VOCÊ TENHA GOSTADO DESTAS DICAS E QUE ELAS POSSAM TE AJUDAR A CUIDAR DE SUAS PLANTAS EM VASOS!


Heloiza Rodrigues - 26/04/2017
error: Direitos Reservados - Prima Plantarum